Cultura
FIM DE SEMANA: FCCDA apresenta “A mulher sem pecado” de Nelson Rodrigues 27/03/2014 às 06:29:50

Primeira peça do dramaturgo Nelson Rodrigues (1912-1980), o espetáculo “A mulher sem pecado” estará em cartaz no Teatro da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade, no dia 29 de março (sábado), às 20h.

Concebido pela Cia. de Teatro Arlecchino, com direção de Kalluh Araújo, esse trabalho dá início à carreira do maior teatrólogo brasileiro de todos os tempos e traz características que marcaram o teatro rodriguiano: marido possessivo, suspeitas de traição, ciúme doentio, fantasmas e medos que povoam mentes paranoicas.

Com cenografia inspirada na obra do artista holandês Maurtins Escher, que criou escadas que não vão a lugar algum, o espetáculo demonstra, também visualmente, os labirintos da neurose humana na trama rodrigueana. A montagem acontece em um clima enevoado e sinistro e traz para a cena o estado psicológico em que estão imersos os personagens. A iluminação, com nuances expressionistas, realça e esconde o movimento dos atores e valoriza cada palavra do texto.

Os ingressos tem o valor de R$5,00 e já estão a venda na bilheteria da Fundação Cultural Carlos Drummond de Andrade. O espetáculo tem classificação indicativa de 16 anos.

Premiações

Em 2011 peça recebeu o Prêmio SINPARC/USIMINAS nas categorias “Melhor Ator” (Paulo Rezende), “Melhor Figurino” e “Melhor Iluminação” (Kalluh Araújo). Participou ainda do FIT-BH/2012, do Festival Internacional Porto Alegre em Cena/2012 e do Janeiro dos Grandes Espetáculos/2012, em Pernambuco. “A mulher sem pecado” também tem o prêmio FUNARTE no evento “Agosto de Nélson” comemorando seu centenário, realizado no Rio de Janeiro, no Teatro Glauce Rocha, em agosto de 2012.

No mesmo ano, foi mais uma vez selecionado pela FUNARTE para representar o teatro mineiro no Ano Brasil-Portugal, em maio de 2013, na cidade do Porto, apresentando-se no Teatro Nacional São João. Em 2014, com patrocínio da OI Futuro, a peça faz turnê pelo interior de Minas.

Sinopse da peça

Homem extremamente possessivo morre de ciúmes de sua mulher e desconfia que está sendo traído. A situação se agrava quando ele fica paralítico e passa a conviver com os fantasmas e medos de sua imaginação doentia.

Ficha técnica

Diretor: Kalluh Araujo

Elenco: Ana Luíza Amparado, Paulo Rezende, Gustavo Falabella, Dirlean Loyola, Magdale Alves, Eliana Esteves, Marcos Eurelio Pereira, Ludmilla Cristine e Diego Krisp.

Cenógrafo, iluminador, figurinista: Kalluh Araujo





SEM BANNERS NESTE LOCAL!